BLOG

O que é Eczema?

O eczema é uma inflamação pruriginosa da pele, também conhecida como dermatite atópica.

O eczema é uma inflamação crónica pruriginosa nas camadas superficiais da pele. Ocorre principalmente na infância e em 80 por cento dos casos manifesta-se durante o primeiro ano de vida.

Afeta maioritariamente o sexo masculino e é frequente encontrar histórico de uma destas doenças nos familiares. A causa do seu aparecimento é desconhecida mas a hereditariedade parece ser um facto preponderante

Em Portugal, estima-se que cerca de 10 por cento das crianças são atingidas pela doença, sendo neste grupo etário a doença dermatológica crónica mais frequente, embora apenas 1 a 2 por cento sofram de queixas graves. Na maior parte das situações a doença tende a melhorar muito e até a desaparecer com a idade, embora possa permanecer por toda a vida. A persistência desta entidade é mais observada nos casos onde o aparecimento é mais tardio.

Sintomas 

O principal sintoma é a comichão, que pode começar antes mesmo das lesões cutâneas se manifestarem. Outra característica da pele do doente atópico é a tendência a ficar ressequida que, por si só, pode dar origem à sensação de comichão e consequente descamação.

A maior vermelhidão, inflamação, estrias vermelhas e febre são os primeiros sinais da infeção cutânea provocada pela dermatite atópica.

Na infância as lesões são avermelhadas e descamativas. Podem atingir a face, tronco e membros. Com o ato de coçar, tornam-se escoriadas e podem sofrer infeção secundária. Nos bebés são muito frequente na zona das fraldas e couro cabeludo.

Nos adolescentes e adultos, as lesões localizam-se preferencialmente nas áreas de dobras da pele, como a região posterior dos joelhos, pescoço e dobras dos braços. A pele destes locais torna-se mais grossa, áspera e escurecida. Usualmente localizada nestas áreas, a dermatite atópica pode generalizar-se, atingindo grandes áreas corporais.

Diagnóstico

Não existe nenhuma análise para detetar o eczema. O médico faz o diagnóstico em função das características próprias das lesões e com frequência tem em conta a existência de possíveis alergias noutros membros da família. Apesar de o eczema poder parecer-se muito com a dermatite seborreica das crianças, há que fazer a distinção, pois as suas complicações e tratamento são diferentes.

No próximo post iremos abordar as causas e os fatores de risco a ter em conta para aqueles que sofrem de eczema. Mantenha-se atento!

Fontes: Própria, msdmanuals.com, Manual Merck, dermatologia.net

As informações e conselhos disponibilizados no nosso Blog não substituem o parecer/opinião do seu Médico e/ou Farmacêutico.

 

Para saber mais pode também visitar a nossa página dedicada ao tratamento do eczema

 

Conheça os nossos produtos para Eczema